Curtas… Mas boas (59)

Os Imigrantes Digitais acham que aprender não pode (ou não deve) ser divertido. Por que é que deveriam pensar o contrário? Eles não passaram os últimos anos a aprender com a Rua Sésamo.
Marc Prensky
Anúncios

3 pensamentos sobre “Curtas… Mas boas (59)

  1. São as pessoas que nasceram antes da era digital (como eu por exemplo 🙂 )…Algumas das coisas que fazem:
    * Mandam um email, e telefonam para perguntar se a pessoa recebeu;
    * imprimem um texto digital quando querem alterá-lo, para depois digitar as modificações registadas no papel;
    * A Internet é sempre a segunda fonte de informação;
    *Lêem os manuais de dispositivos ou de programas em vez de aprenderem com o seu uso;
    * Imprimem os emails recebidos (ou mandam alguém fazê-lo), para depois decidirem que acção tomar;
    * Convidam as pessoas para vir ver no seu computador computador um site interessante que acabou de encontrar, em vez de mandar o seu endereço.

    O conceito surgiu em 2001 num artigo de Marc Prensky. (http://www.marcprensky.com/)

    Gostar

  2. Ah! Então eu também sou dessas. MAs não concordo com o que ele diz. EU aprendi com a Rua Sésamo. Por exemplo, o vampiro Conde de Contarrrrr ensinou-me a contar. Eu acho que aprender é divertido, deve ser obrigatório ser divertido. Mas ainda imprimo emails, faço correcções no papel e tenho todos os manuais religiosamente guardados, pois eu lei-os, mas com o tempo pode esquecer alguma coisa… só vão para o lixo quando o respectivo dispositivo também vai… 😀 😀 😀

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.