Les Misérables de Claude Lelouche

A obra de Vitor Hugo já foi levada para o cinema e televisão por diversas vezes.  No entanto, estava curioso por saber como a teria adaptado Claude Lelouche que admiro muito desde que vi pela primeira vez  “Les uns et les autres“.

Mais do que contar a história, Lelouche  fala-nos da sua intemporalidade. Situa a ação principal na época da segunda guerra mundial e vai mostrando como, nessa altura, a miséria e os miseráveis continuavam a existir. Podemos encontrar, ao longo das 3 horas de filme,  vários Thénardiers e Javerts mas também alguns Valjeans, Cossettes ou Fontines… Os dias de hoje, infelizmente, não serão muito diferentes e penso que é também esta intemporabilidade que faz da obra de Vitor Hugo uma grande obra  que continua a ser adaptada para o grande ecrã.

Fazer um rico custará sempre a vida de muitos pobres e  por isso continuará a haver miseráveis por muito tempo.

Um filme a ver ou a rever, até porque conta com o grande Jean-Paul Belmondo!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Les Misérables de Claude Lelouche

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s