Fazes-me falta!

À hora que escrevo, muitos estão ainda a almoçar com as suas mães. Hoje é um dia especial e é com elas que devemos estar.

Eu almoçarei só, com a minha.

Já nem sei há quantos anos partiste, só sei que foi há muitos, há anos demais.

Bem sei que já não era criança, mas continuavas a fazer-me falta.

Uma mãe, quando o é como tu soubeste ser, faz sempre falta.

Faz-me falta poder  tratar de ti na tua velhice, como tu trataste de nós quando éramos crianças. Faz-me falta a tua generosidade, faz-me falta o teu sorriso, faz-me falta o pão que cozias no forno a lenha.

Hoje estou sozinho, contigo.

Hoje, como em muitos outros dias, fazes-me falta!

Anúncios

4 pensamentos sobre “Fazes-me falta!

  1. Algum dia deixamos de querer colo, João? Eu tenho esta idade e, de vez em quando, ainda deito a cabeça no colo da minha mãe para ela afagar o meu cabelo.

    Um abraço apertado . (Hoje passei na tua terra e lembrei-me de ti. )

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s