A escrita do grito que não dei!

Há tanto tempo que aqui não venho que nem sei se este sítio ainda é meu!

Aos poucos, vamos deixando de ler, vamos deixando de escrever, vamos deixando de ser…

Mesmo que ninguém leia, hoje escrevo!

Como quando grito aquela asneira, que sei que ninguém ouvirá, quando, descalço, bato com o dedo do pé na esquina da parede!

Muito se passou desde que aqui escrevi pela última vez!

Não vou contar, e sei que ninguém quereria saber.

No entanto, por vezes, ainda sinto vontade de escrever, o que sei que ninguém lê, com a mesma força que grito a asneira que ninguém ouve.

Por vezes, sinto que a vida é mais do que uma soma de dias.

Por vezes, sinto que a felicidade pode estar ao virar da esquina, onde, quando dou por isso, bati outra vez com o pé descalço…

…e grito em vez de escrever!

Anúncios

2 pensamentos sobre “A escrita do grito que não dei!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s