Sotaques há muitos…

Mal abro a boca percebe-se que tenho um sotaque! Sou transmontano e nunca quis parecer (nem ser) outra coisa! Tento falar com correção, tento que me compreendam, mas quando me dizem: Tu és do norte! Tomo isso como um elogio…

Se todos falássemos com o mesmo sotaque (dizem que ali por Coimbra se fala muito bem!) o mundo seria mais pobre. Isto é o o que eu penso…

Vem isto a propósito de um post de Richard Zimler onde conta que foi “repreendido” por uma professora, aquando de uma visita a uma escola, porque ao fim de tantos anos no nosso país não ter perdido o seu sotaque de americano!

Já li alguns livros do Richard e gostei muito. Já o ouvi falar várias vezes na TV e pessoalmente e compreendi tudo o que disse. Juntar-me-ia à colega nas suas críticas se ao fim deste tempo se exprimisse ainda em inglês. Não é o caso… Fala em português com um sotaque que nunca perderá e (digo eu) ainda bem!

Seria tão bom que na escola nos ensinassem, também, que ser diferente não é, só por si, um defeito!

Nota: Admiro o Richard não só como escritor mas como pessoa (que conheço mal)! Admiro o modo frontal como assume os seus afetos, admiro o modo como, uma vez na apresentação de um livro, agradeceu o apoio do seu companheiro. Nas suas palavras notavam-se doses elevadas de amor… Seria tão bom que outros que dizem que se amam, e que talvez a sociedade aceite melhor por serem amores politicamente corretos, deixassem transparecer amor em vez de pequenos ódios quando falam, com ou sem sotaque!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Sotaques há muitos…

  1. Ridículo! A senhora entrou naquela fase de argumentação em que não tem mais argumentos e tenta desmanchar o interlocutor através de lapsos na fala. No caso ainda é mais flagrante, o sotaque?!?!? Será que ela sabe falar tão bem inglês como ele fala português?!? Só eu lamento não ter um sotaque de Viseu e não faço menor esforço para esconder o meu sotaque de portuguesa a falar alemão… 🙂

    Gostar

  2. Olá!
    Vim a seu blogue por ter me chamado atenção o título da sua postagem.Sou brasileira e soteropolitana(nascida em Salvador da Bahia),porém hoje moro em São Paulo e desse lado os sotaques são muito diferentes e há bastante preconceito para quem é do norte/nordeste assim como eu.Moro aqui em SP há 5 anos e quando abro a boca logo me perguntam(Uns com espanto e alegria e outros com espanto e ironia):’Você é da Bahia?’ e eu de pronto respondo:’Sim!E com muito orgulho!’.Feliz é aquele que carrega consigo a marca registrada da sua origem e ainda mais com o orgulho de assim ser.
    Obrigada pela partilha!
    Um abraço!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s