Vinham mais de 800 pessoas no barco

Mais coisa menos coisa. Não há listas de embarque, nem se sabe ao certo quantos eram. Isso também não importa, eram mais do que 800,   mais ainda que os 700 do primeiro dia. 

Afinal, contam-se ás centenas, como formigas. São muitas, ás dezenas ou ás centanas, mais de 800! Não se sabe bem de que nacionalidades. De países pobres onde há muito corrupto que alguém corrompe. Também os corruptos têm a sua serventia, afinal deve ser mais barato corromper que pagar o preço justo por matérias primas de que esses países pobres são ricos. 

Ninguém quer saber nomes.  Basta saber, por curiosidade, quantos eram, mais ou menos, mulheres. Ou crianças…

Nas revistas e jornais não aparecerão as histórias de cada um deles. Estes eram apenas centenas, mais de oito… Coisa pouca para nos fazer chorar… 

Afinal, se calhar, nenhum vinha em viagem de lua de mel! Vinham na viagem da sua vida, onde sabiam que a poderiam perder com muito maior probabilidade que numa viagem de avião.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.