O prazer de escrever

Escrever pode ser um prazer, mesmo que se escreva num blogue que ninguém lê. Quem não sabe escrever nunca saberá o prazer que é escrever uma carta de amor. Se não souber ler será duplamente penalizado. Mesmo que saiba juntar letras e formar palavras e juntar palavras para formar frases, pode não saber ler uma carta de amor. Felizes são os que sabem escrever cartas de amor e felizes são também aqueles que as sabem ler. 

De entre todos os que sabem escrever, os poetas são os que melhor o fazem. Imagino o prazer que sentia Pablo Neruda quando terminava um dos seus poemas. Os poetas são económicos e conseguem dizer muita coisa com poucas palavras… Numa frase, muitas vezes, resumem um pensamento, um sentimento, uma relação, uma vida…

Gostava de ser poeta ou simplesmente saber escrever para te dizer tudo o que nunca te disse, para te dizer que falta ainda fazer tudo aquilo que ainda não foi feito, mesmo que alguém já o tenha dito antes de mim, mesmo que alguém já te o tenha dito antes de mim…

Bom fim de semana.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s