O mundo é um lugar estranho…

O  mundo é um lugar estranho, mas muito bem feito.

Quem pensou este mundo pensou-o muito, muito bem.

Vou dar apenas um pequeno exemplo.

Sexta feira perdi um porta chaves com as chaves de casa. Junto das chaves tinha um pequeno canivete que, não sendo nenhuma peliqueira, sempre era uma navalha que me lembrava que um transmontano deve trazer uma navalha no bolso…

Não havia muitos lugares onde pudesse ter perdido as chaves. Podiam ter ficado penduradas na caixa do correio, ter caído no caminho para a estação ou no comboio. Destas opções a que mais me preocupava era que tivessem ficado penduradas na caixa do correio. Se tivesse sido isso e se algum dos vizinhos as tivessem guardado já as teriam entregues. Se fosse alguém que passando frente ao prédio as tivesse levado, uma vez que a porta raramente está fechada,  então não só tinha as chaves como sabia exactamente a morada da porta que abriam…

Sexta feira perguntei em todos os cafés e casas comerciais da avenida por onde passei, mas ninguém tinha entregue as minhas chaves.

Segunda feira  perguntei ao revisor que amavelmente telefonou para os perdidos e achados da estação do Barreiro. Havia umas chaves parecidas com as minhas e melhor que isso tinha sido ele a entregar essas chaves que alguém tinha encontrado e lhe tinham dado.

Segunda de tarde fui buscar as chaves ao Barreiro. Eram mesmo as minhas…

O pequeno canivete tinha, no entanto, desaparecido algures no processo de perda e reencontro. Alguma das pessoas por quem passou teve o cuidado de ficar com ele, como recordação, antes de entregar as chaves… O mundo está mesmo bem feito, de entre todos os objetos que perdi tiraram o que para mim tinha menos valor sendo, no entanto e simultaneamente, uma vez que não sabiam a minha morada,  o único que tinha algum valor para essa pessoa!

Vivemos num mundo estranho, rodeados de gente boa que é capaz de devolver tudo o que para si não tenha valor!

Apesar de tudo obrigado, e espero que não te cortes… É pequenina mas corta muito bem!

Anúncios

Um pensamento sobre “O mundo é um lugar estranho…

  1. Ah. A pessoa deve ser suíça ou já ter estado na Suíça e usou a navalha como pagamento. É que aqui, conforme o que se perca e onde se perca e depois ache, tem que se pagar uma espécie de resgate pelo objecto perdido. Na empresa de comboios acho que se paga 30francos. Na polícia se for um porta-moedas é 10% do valor que está lá dentro. Esse dinheiro pago na polícia reverte a favor de quem entrega. Se quem entrega não quiser receber o pagamento, então que recebe também não paga…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s