Só quero dizer que te amo!

Infelizmente, uma das notícias de hoje, nas redes sociais, é a morte do ator José Boavida. Uma cara bem conhecida de todos nós, por passar na TV, que partiu cedo demais.

Tinha 51 anos, apenas. A minha mãe partiu com 57 e eu, que me aproximo dos 50, tenho cada vez menos medo da morte e mais medo de deixar alguma coisa importante por dizer ou  por fazer.

Podemos morrer em qualquer idade. Esta é uma das leis da vida que temos que ter sempre presente. Como  se diz lá por cima, para morrer basta estar vivo. Ninguém deveria morrer, no entanto, sem amar e sem ser amado.

Poucos morrem sem ser amados, acredito. Desde a hora que nascemos que os nossos pais nos amam incondicionalmente. Esse será, na maioria dos casos, o maior amor que teremos na vida, mesmo que nem sempre todos os pais o verbalizem, mesmo que nem sempre todos os filhos o exteriorizem.

Bem sei que também eu não o digo tantas vezes como devia, mas tenho a certeza que vos amo acima de tudo na vida, André e Inês, e acreditem que nem preciso de sentir sempre que sou retribuído.

Depois, com o passar dos anos, alguns encontrão outros amores. Outros pensarão tê-los encontrado e outros ainda desistirão de os procurar. Acreditem que todos os que encontrarem o  amor o saberão. Ou, pelo menos, julgarão saber, como este convencido que vos escreve julga saber. Não importa se esse amor durará uma vida, uns anos, uns dias ou uns meses… Felizes os que o encontrarem um dia e pensarem de si para si: “Afinal o amor é isto!”

No entanto, há palavras com as quais devemos ter muito cuidado. “Amo-te” é uma delas. Não acredito que se amem muitas pessoas na vida. Não acredito que se amem cães, gatos, carros, clubes de futebol ou flores. Amam-se pessoas, apenas, e poucas, porque amar é um sentimento especial que consome imensas energias.

Não se ama uma pessoa pela qual não estaríamos dispostos a perder a própria vida. Não se ama alguém que se esquece um dia.

Pior do que nunca amar, ou de o dizer por engano, é, no entanto,  amar sem nunca o dizer.  A pessoa amada tem o direito de saber que o é.

É por isso que hoje, quero dizer-te que te amo, mesmo que já o tenha dito antes, mesmo que volte ainda a dizer-to, olhos nos olhos, um dia.

E, mesmo que o amor não seja ainda isto, isto é o que hoje julgo ser o amor e isso para mim já chega!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s