Este ano não haverá Natal

Este ano não haverá Natal, em Alepo.

Não sei se algum dia houve.

Mas, se Natal é paz e alegria, este ano não haverá Natal em Alepo.

Não haverá Natal também para milhares de pessoas que, em 2016, tentaram atravessar o mediterrâneo, cheios de sonhos de uma vida melhor ou apenas de uma vida digna ou apenas na esperança que valia a pena continuar a viver.

Este ano não haverá Natal para milhares de refugiados que se amontoam em campos ou atrás de muros que os impedem de chegar aos países onde, indiferentes, comemoramos o Natal como se eles não existissem.

Este ano não haverá Natal para milhares que dormirão ao frio, nas nossas cidades, na nossa rua. Talvez alguém lhes ofereça uma refeição ou um cobertor, na noite de Natal, porque é Natal, mas não haverá Natal.

Este ano não haverá Natal para milhares de idosos que ficarão nos lares, longe das famílias que já os esqueceram, porque estorvam no Natal.

Se é um dos poucos que, este ano, ainda vai ter Natal, desejo-lhe um feliz Natal.

Se é um dos poucos que, este ano, ainda vai ter Natal,
fique feliz porque para muitos,
este ano,
Não haverá Natal!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s