Por vezes

Por vezes um concerto é mais do que apenas gente a cantar e a tocar. Um concerto pode ser muita gente a cantar e a tocar. Grupos corais, bandas filarmónicas, mais de 200 pessoas em palco e também a Ronda dos Quatro Caminhos.

Aconteceu ontem, em Évora.

O pretexto foi  a comemoração do 25 de abril. Um espectáculo único onde tive o privilégio de estar. Poderia ter estado em muitos outros lugares, mas é sempre bom ir a Évora ver um palco cheio de gente a cantar para uma praça cheia de gente num concerto transmitido através da Antena 1 para um mundo cheio de gente.

Não imagino o trabalho que dá pegar em tanta gente e fazer nascer uma obra conjunta afinada. Mas admiro! E também por isso admiro a Ronda, por não se limitarem a cantar sozinhos, por desafiarem outros a ir para o palco e a gravar discos conjuntos.

A música tradicional precisa disso. De palcos, de discos, de ser (bem) tocada para não ser esquecida.

A juntar à qualidade dos músicos, a qualidade da companhia. Foi bom ir a Évora com vocês.

Feliz 25 de abril.

 

Fotos aqui

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s