Não, não falarei de Manchester!

Não, não falarei de Manchester, nem alterarei a minha foto no Facebook, nem uma palavra. Não chamarei filhos da puta aos cobardes que se rebentaram e que pensaram na melhor estratégia de matar. É muito provável que as suas mães nem tenham culpa nenhuma e, mesmo que tivessem, tenho muita consideração pelas putas para as misturar nesta história!

São um bando de meninos mimados e cobardes, que matam para terem atenção. Faltaram-lhes os estalos na cara, quando eram pequeninos, e agora pensam que podem matar e espalhar o medo só porque têm armas ou porque entram num caminho sem retorno que os leva a rebentar um dia na esperança de encontrar virgens que fodam com eles sem serem obrigadas a isso!

Falarei aqui dessa gente no dia em que forem notícia por salvarem refugiados no Mediterrâneo. Até lá, não escreverei nada aqui onde ninguém lê. Não, não falarei hoje  de Manchester.  Prefiro chorar, em silêncio, pelos que partiram sem culpa nenhuma, mesmo sem saber quantos foram, de onde eram, de quem eram filhos ou se tinham irmãos…

Anúncios

Um pensamento sobre “Não, não falarei de Manchester!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s