Apenas devagar

Nem sempre conduzir devagar é sinónimo de conduzir bem. Esta manhã, chovia quando entrei na autoestrada. À minha frente seguia um carro, devagar. Fiz o pisca e saí da faixa de aceleração, mantendo-me, no entanto, com a mesma velocidade atrás do carro da frente, dando-lhe oportunidade  de fazer a mesma coisa. Continuou, devagar, até que a faixa terminou e só então passou para a minha frente, sem assinalar a mudança de direção.

Não foi uma situação perigosa, longe disso. Mas, com visibilidade reduzida, por causa da chuva, foi, no mínimo, uma entrada na auto-estrada um pouco estranha.

Muitas vezes o medo, o excesso de cuidado, fazem-nos agir de forma estranha. Evitamos o perigo a todo o custo sem percebermos que, muitas vezes, os nossos medos apenas nos tornam mais vulneráveis.

Bem sei que há muitos acidentes por excesso de velocidade, mas há também outros por velocidade a menos ou por hesitações sem sentido.

Aquela pessoa não conduzia bem. Se conduzisse bem teria ligado o pisca quando se meteu à minha frente.

Aquela pessoa não conduzia bem, conduzia apenas devagar!

Um pensamento sobre “Apenas devagar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.