Sei-o

Sei-o,
hoje,
O calor do teu
Seio.

E anseio aquecer-me nesse calor
Que
Hoje
Sei existir.

Sei-o
E sinto-o perto de mim
Mesmo se o sei longe.

Queima-me
Ainda
A mão e o peito.
Sonho arrefecer
O calor que
Agora
Sei existir.

Sei-o
o formato do teu
seio.

Senti-o na minha mão
Que fechei abraçando-o
Enquanto sentia bater o teu coração

E fecho os olhos e vejo
Ainda
Um manto verde
Que cobre a água
E a erva molhada
Coberta por corpos
E sei-os
Redondos
E belos
Os seios

Sei-o,
O calor do teu
Seio.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.