Um mundo louco

Vivemos num mundo louco. Um português, de 26 anos, é acusado de auxilio à emigração ilegal porque, há dois anos, com 24, ajudou a evitar que milhares de pessoas morressem afogadas no Mediterrâneo. Chama-se Miguel Duarte e com 7 alemães, um espanhol e uma escocesa enfrentam a justiça italiana num processo que deveria envergonhar todos os italianos, pelo menos tanto, como a nós, portugueses, nos … Continue a ler Um mundo louco

Chinesices…

Todos sabem que os chineses gostam de fotos. Até se contava, em jeito de anedota, que um amigo perguntou a outro que acabara de vir da Europa se era bonita e ele respondeu-lhe que não sabia porque ainda não tinha visto as fotos. Era esta a ideia que eu tinha também, que fotografavam tudo para ver tranquilamente depois em casa, quando regressassem de férias. Não … Continue a ler Chinesices…

Não culpem a Cáritas, por favor!

Ontem vi o Sexta às 9  onde foi exposto o caso da Cáritas da Diocese de Lisboa que, durante a crise, amealhava os fundos que lhe davam enquanto dizia não ter dinheiro para acudir aos pobres por falta de liquidez. É fácil culpá-los por isso. É fácil ficar revoltado, como eu fiquei. É fácil ficar a pensar  antes de fazer cair  a moeda pela ranhura … Continue a ler Não culpem a Cáritas, por favor!

Pornografia

Ligo a TV, logo de manhã, e passam pornografia. Não há, no entanto, corpos nus. Falam de quanto ganham, já ganharam e do património de gestores de bancos. Não fico chocado por  ganharem milhões. Se compararmos com alguns futebolistas e treinadores  talvez não haja muita diferença. O que me choca realmente é o modo como estes gestores amealham as suas fortunas. Também aqui não há … Continue a ler Pornografia

Os bancos no Velho Oeste

Parece mentira, mas compreendi o que era um banco ao ver uma cowboyada! Bom, sabia o que era um banco, mas , ao ver uma série passada numa pequena aldeia do Velho Oeste, percebi algumas coisas sobre as quais nunca tinha pensado. Naquela pequena aldeia, do Oeste selvagem, a maioria das pessoas trabalhava muito mas não tinha muito dinheiro. Tinham, no entanto, medo de perder … Continue a ler Os bancos no Velho Oeste

Este ano não haverá Natal

Este ano não haverá Natal, em Alepo. Não sei se algum dia houve. Mas, se Natal é paz e alegria, este ano não haverá Natal em Alepo. Não haverá Natal também para milhares de pessoas que, em 2016, tentaram atravessar o mediterrâneo, cheios de sonhos de uma vida melhor ou apenas de uma vida digna ou apenas na esperança que valia a pena continuar a … Continue a ler Este ano não haverá Natal

Devia ter desconfiado…

Devia ter desconfiado quando insistiu para que lhe comprasse aquele carro de alta cilindrada de que não precisava. Que sim, que era bom e que o dinheiro não era problema, pagaria quando pudesse. Insistiu ainda que fizesse arranjos na quinta da família, reconstruísse os muros arranjasse os caminhos, fazendo caminhos onde nem eram precisos. O dinheiro viria, não havia problema nenhum… Sugeriu ainda que comprasse … Continue a ler Devia ter desconfiado…