Representar o horror

Não sei qual foi a sensação que sentiram a primeira vez que olharam para Guernica, de Pablo Picasso. Ocupa toda uma parede e nem o touro parece um touro, nem os cavalos parecem cavalos, nem as cabeças, supostamente de humanos, parecem ninguém que conhecemos! Horror Horror! Guernica leva o nosso imaginário para o horror da guerra, e foi isso que Picasso quis que sentíssemos ao … Continue a ler Representar o horror

Somos todos franceses

Aos poucos vejo as fotos de muitos dos meus amigos ficarem tricolores, como a minha. Por  cortesia do Facebook, bastam dois cliques para ficarmos com as cores da bandeira da França e fazêmo-lo porque é fácil, porque é bonito mas também, e sobretudo, acredito, porque queremos dizer aos nossos amigos, aos nossos familiares que por lá vivem que estamos com eles, que sentimos a sua … Continue a ler Somos todos franceses

Estamos em guerra, ou, pelo menos, deveríamos estar! 

As guerras são períodos históricos terríveis. Normalmente são conflitos entre nações mas, muitas vezes, são conflitos dentro de uma mesma nação onde vizinhos combatem contra vizinhos e irmãos contra irmãos sem saberem muito bem porquê. Numa guerra define-se um problema, como uma invasão externa, por exemplo, e uma nação, ou um conjunto de nações, ou apenas um conjunto de pessoas, tudo fazem  para resolver esse … Continue a ler Estamos em guerra, ou, pelo menos, deveríamos estar!