Chinesices…

Todos sabem que os chineses gostam de fotos. Até se contava, em jeito de anedota, que um amigo perguntou a outro que acabara de vir da Europa se era bonita e ele respondeu-lhe que não sabia porque ainda não tinha visto as fotos. Era esta a ideia que eu tinha também, que fotografavam tudo para ver tranquilamente depois em casa, quando regressassem de férias. Não … Continue a ler Chinesices…

Não se calem, por favor!

Não sou contra minutos de silêncio, sejam eles de quem forem e muito menos dos minutos de silêncio do Conselho de Segurança da ONU. Sou contra o silêncio, só isso… Ontem um louco matou três pessoas e feriu cerca de quarenta, em Londres. Contando com o próprio terrorista, abatido pela polícia, perderam-se quatro vidas. Hoje,  no Conselho de Segurança da ONU, o ministro dos Negócios Estrangeiros … Continue a ler Não se calem, por favor!

Quando tinha a tua idade.

Dizem que tinhas 3 anos. Eu seria um pouco mais novo que tu, portanto. Os meus pais deixaram-me com os meus avôs quando atravessaram os Pirinéus a salto, como se dizia na altura. Bem sei que os teus fugiam do horror e os meus apenas da miséria. Bem sei que os Pirinéus não eram tão perigosos como o Mediterrâneo  tem revelado ser nos últimos tempos. Ao … Continue a ler Quando tinha a tua idade.

L’indifférence

Circulam pelas redes sociais fotos de várias crianças mortas que deram à costa, depois de naufragarem no Mediterrâneo. O debate do momento é se as devemos ou não partilhar. A minha primeira opção foi não o fazer, quando apareceram as primeiras. São violentas, terríveis mas, se calhar, é por isso que temos que as partilhar! O filme mais violente que vi em toda a minha vida … Continue a ler L’indifférence