Isto não é Matemática!

Circulam nas redes sociais imensos desafios que, supostamente, parecem ser desafios de Matemática. Um exemplo é este que se segue: À primeira vista, parece um desafio de matemática mas, desenganem-se, é apenas um teste de visão. Para o resolver, mais do que saber, por exemplo, que a multiplicação tem prioridade sobre a adição, temos que reparar que cada rapaz tem uma sardinha na mão e … Continue a ler Isto não é Matemática!

Pequenas coisas sem a mínima importância.

Partilhei há pouco, no Facebook, uma conferência, que aconselho a todos que gostem de matemática, de Cédric Villani. Está disponível no canal ARTE, mas apenas até 19/09/2018, infelizmente. Em 2010, Cédric recebeu a Medalha Fields, uma espécie de Prémio Nobel para os Matemáticos, atribuído sempre a alguém com menos de 40 anos. É conhecido por ser excêntrico, traz sempre um laço muito vistoso no pescoço … Continue a ler Pequenas coisas sem a mínima importância.

A importância da matemática…

Confesso que admiro o Miguel Esteves Cardoso (MEC) e que, normalmente, gosto de ler as suas crónicas. No entanto, na última que li, intitulada “Ai, cucarachas“, onde nos chama a atenção para a quantidade de insectos, pelos de rato e outras coisas igualmente nojentas, que podemos encontrar no chocolate e outros produtos diz a determinada altura: Teich queria tranquilizar os consumidores quando adiantou que a Food … Continue a ler A importância da matemática…

Devem os alunos fazer os testes no computador?

Um dia esta pergunta fará tanto sentido como perguntar se devemos fazer o exame de condução no carro ou a pé! As tecnologias não passam de ferramentas que, na maioria das vezes, amplificam as capacidades do Homem. Com um automóvel consigo deslocar-me mais rapidamente do ponto A ao ponto B. Um elevador permite-me subir vários andares em poucos segundos. Botijas de oxigénio permitem respirar debaixo … Continue a ler Devem os alunos fazer os testes no computador?

As máquinas!

Ter um blogue que ninguém lê tem as suas vantagens! Podemos ser polémicos, dizer o que nos apetece e, como ninguém lê, ninguém contesta, ninguém reclama!

Serve esta introdução para vir aqui falar mal de máquinas e de tecnologias em geral. É certo que uso uma para escrever e ainda bem, a minha caligrafia está a ficar tão pouco percetível que até eu tenho dificuldade em ler o que escrevo! Bom, mas falemos mal das outras, não desta que me é útil para… comunicar!

As de calcular, por exemplo, que os alunos levam para a escola cada vez mais cedo, e são as responsáveis por estes já não saberem o que é uma prova dos noves! E como era bom fazer uma prova dos noves, ainda se lembram?  Uma cruz num papel que criava quatro áreas separadas, depois…. bom não interessa! Se fosse só isso, estaríamos bem… Afinal ao contrário do “Ti Américo”, que tinha uma mercearia lá na aldeia e que as fazia com mestria, eu tenho vivido bem, sem elas (as provas), nos últimos 35 anos! No entanto, qualquer dia perdem também a capacidade de aplicar algoritmos, de repetir regras para obter resultados e fazer cálculos com números de 4, de 5, de 7 ou de 12 algarismos! Ah… como é bom passar uma tarde a fazer contas com os algoritmos! As saudades que tenho do da raiz quadrada e do tempo em que se aprendia no 8º ano!

E que dizer das tábuas de logaritmos? Permitem fazer complicadas multiplicações de forma simples, somando alguns números e consultando uma tabela! Parece milagre, quase tão simples como apertar meia dúzia de botões…É pena que tenham caído em desuso  e que agora, ao contrário de no meu tempo, já não venham impressas nas últimas páginas do manual adotado! Com tábuas de logaritmos sim é que era calcular! O professor até podia dizer qual a operação que resolveria o problema, poderia dizer quase tudo…. a dificuldade continuava e poucos conseguiam chegar ao resultado! Velhos tempos em que a matemática não era para qualquer um!

Continue a ler “As máquinas!”

Sem calculadora…

A imagem que partilho foi disponibilizada, no facebook, na página do site “Zerozero.pt” . Na legenda podemos ler: “Sem calculadora, saiba todos os cenários possíveis do grupo de Portugal no Euro 2012, à partida para a última jornada.” Abri a imagem e qual não foi o meu espanto quando reparei que não há, na tabela, nenhum número superior a 9! Parto portanto do princípio que … Continue a ler Sem calculadora…

Um pouco de Matemática…

Não desista já… Vamos apenas obter uma representação gráfica e com ajuda do computador… Comece por aceder a esta página: http://www.wolframalpha.com Agora, copie para essa página  a seguinte formula (marque-a arrastando o rato e faça ^C (controle C): Plot (1-(|x|-1)^2)^0.5=-3(1-(|x|^0.5/2^0.5))^0.5 Cole na linha de entrada de questões do site (^V), faça “Enter” e espere uns segundos… Conseguiu? Valeu a pena? A Matemática também tem coisas destas! Continue a ler Um pouco de Matemática…

As tecnologias na aula de Matemática

Falar do Tempo de Teia no ninguém lê nem chega a ser publicidade. Tenho a certeza que todos os que não lêem nada por aqui ja conhecem o espaço da 3za. No entanto, não resisto a apontar para mais uma entrada desse seu espaço onde, mais uma vez, nos relata como as tecnologias (mesmo as dos sólidos invisíveis) podem ajudar os alunos a aprender mais e melhor … Continue a ler As tecnologias na aula de Matemática